Cuidados com o Carnaval

Enxaqueca: como evitar e quais cuidados ter?

Pode ser que para muitos a enxaqueca seja somente mais uma “frescura”, porém, essa dor de cabeça, que pode durar de 4 horas a até três dias, é sim uma doença crônica. No Brasil, ela  atinge milhares de pessoas, mas somente 56% das pessoas vão atrás de um médico para tratar essa doença.

A  enxaqueca pode ser dividida em duas: enxaqueca com aura e enxaqueca sem aura. A primeira é quando o paciente sofre com algumas manchas, flash ou pontos de luz em sua visão, deixando-a embaçada e causando certo desconforto. Já a enxaqueca sem aura, é a que não compromete tanto a visão do paciente.

Pensando nisso, nós da Benfica Saúde resolvemos explicar um pouco mais para você algumas causas e sintomas, e mostrar como é feito o tratamento da enxaqueca ou como pode ser evitada.

#1 As principais causas

Ainda não se sabe exatamente quais são as causas da enxaqueca, por mais que a medicina já tenha descoberto que elas estão relacionadas com alterações do cérebro e possuem influências genéticas. 

Por mais que o padrão de crise de enxaqueca seja o mesmo para cada pessoa, existem variações de estímulos para desencadear uma crise. Por exemplo, o indivíduo pode ter “soltado o gatilho” da enxaqueca por vários motivos, como por exemplo:

  • Estresse
  • Jejum prolongado.
  • Dormir mais ou menos do que o normal.
  • Esforços físicos.
  • Abuso de medicamentos.
  • Fatores hormonais.
  • Perfumes ou odores fortes.
  • Alimentos

Ou seja, cada indivíduo pode ter um estímulo diferente para ter uma crise de enxaqueca.

#2 Quais são os sintomas?

            Normalmente, médicos e especialistas dividem os sintomas da enxaqueca em quatro estágios, sendo eles o pródromico, aura, cefaléia e término. São esses estágios que irão descrever o processo da enxaqueca desde um sinal mínimo de dor, até o período de dor intensa, e quando a dor diminui, porém ainda se faz presente.

Com isso, elencamos alguns principais sintomas da enxaqueca:

  • Dor forte em um ou dos dois lados da cabeça.
  • Náuseas.
  • Perda de apetite.
  • Irritabilidade.
  • Visão turva, com luzes piscando ou formas e linhas que atrapalham a visão.
  • Aumento de sede.
  • Tonturas e tremores.

#3 Como tratar a enxaqueca?        

            A enxaqueca é uma doença que pode ser tratada de duas maneiras, sendo uma delas com medicamentos e outra com hábitos e atitudes saudáveis. O tratamento com remédios são feitos normalmente com analgésicos, como Ibuprofeno e anti-inflamatórios. Outros medicamentos que podem ser utilizados são os anti-náuseas, antidepressivos e

anti-ansiedade, porém, que fique claro que esses medicamentos só devem ser consumidos caso  seu médico os receite, e que nem sempre eles são necessários para um tratamento de enxaqueca.

Além disso, outros hábitos da nossa rotina podem auxiliar no tratamento de enxaqueca, como por exemplo, controlar o sono, gerir o estresse e até mesmo se alimentar de uma maneira saudável.

#4 Como evitar crises de enxaqueca? 

            Caso você possua algum desses sintomas citados nessa matéria, e perceba que anda tendo crises de dores de cabeça, vá até um médico e faça uma consulta, pois uma vez que se possuam crises constantes e fortes de enxaqueca, o risco de algo mais grave estar acontecendo é grande.

Busque sempre orientação médica, uma vez que a saúde não é algo para se brincar, mas para se ter como uma das principais prioridades da vida. Por isso, nós da Benfica Saúde temos condições especiais para quem possui o Cartão Benfica, sem anuidade, sem filas e com uma equipe médica altamente qualificada. Afinal, quem cuida, bem fica.